Punto de Vista
Falta de manutenção ocasiona destruição

Os programas de urbanização do poder público carecem de manutenção, ocasionando a descaracterização das intervenções e mesmo a sua destruição.

Tanto na cidade formal (Rio-Cidade) quanto na urbanização das favelas (Favela-Bairro e PAC urbano) o abandono em que se encontram as obras executadas mostra uma grave falha na implementação das políticas públicas.

No caso do Rio-Cidade o deterioro, a deturpação e a modificação predatória das obras resultantes dos projetos, mostram o descaso das autoridades responsáveis, mesmo na atuação na "Cidade formal"!

Já na urbanização das favelas, o gravíssimo abandono do executado pelo poder público gera frustração e decepção quanto ao compromisso dos governantes.

Em ambos os casos, o abandono de obras tanto na cidade formal quanto nas favelas provoca o prejudicial ceticismo na relação com a condução pública dos interesses do cidadão.

Num momento do Rio no qual tanto se fala em milhões daqui e bilhões dalí, o cidadão percebe a esquizofrenia da atuação do poder público. Não adianta anunciar obras e investimentos bilionários se não se é capaz de conservar, bem conservado, o feito com o dinheiro do contribuinte.

Jorge Mario Jáuregui